HOW TO SHOP

1 Login or create new account.
2 Review your order.
3 Payment & FREE shipment

If you still have problems, please let us know, by sending an email to support@website.com . Thank you!

SHOWROOM HOURS

Mon-Fri 9:00AM - 6:00AM
Sat - 9:00AM-5:00PM
Sundays by appointment only!

MINICURSOS

Ementa: Por meio de uma reflexão teórica, discutiremos neste minicurso os métodos de pesquisa utilizados pela História Ambiental e Etnobiologia, enquanto campos distintos do saber, com a intenção de propor possibilidades metodológicas de pesquisas interdisciplinar com Comunidades Tradicionais, especialmente indígenas e quilombolas do semiárido brasileiro, na perspectiva de perceber a apropriação da natureza por estes grupos, as memórias, as sociabilidades, religiosidades e a historicidade dos sistemas e dos diversos ambientes ecológicos onde vivem. Apresentamos aqui reflexões sobre o fazer da ciência no âmbito dos métodos e técnicas qualitativas pressupondo que os métodos e técnicas determinam o caminho do conhecimento crítico do processo científico. Trazemos a discussão as principais críticas feitas à pesquisa qualitativa, como a falta de representatividade e de possibilidades de generalização, e à sua subjetividade, que é decorrente da proximidade entre pesquisador e pesquisado, além do caráter descritivo e narrativo de seus resultados. Dia: 08 de Novembro
Ministrantes:Edivania Granja da Silva Oliveira (IF Sertão Pernambucano) e Carlos Alberto Batista dos Santos (UNEB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 3


Ministrante: Franklin Plessmann de Carvalho (UFRB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 30

Ementa: Histórico da utilização das sementes pela humanidade; perda da biodiversidade das variedades locais; guardiões de sementes da paixão resgate e multiplicação das variedades locais crioulas; métodos de seleção de sementes; avanço no reconhecimento do valor e importância das sementes crioulas e ou aclimatada; Ensaios de competição de variedades locais; montagem e manutenção dos bancos sementes, principais dificuldades na gestão dos bancos de sementes; estudos realizados e estudos em andamento sobre sementes crioulas/ sementes da paixão.
Ministrante: Hugo Vieira (IFPB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 0

Ementa: Sustentabilidade e desenvolvimento sustentável, impactos ambientais e suas interferências no cenário socioambiental.
Ministrante: Mariane Patrício Costa (UFCG)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 2

Ementa: Uma parcela considerável dos projetos de intervenção em recursos hídricos ou em temáticas a estes associados carecem de reflexão na qualificação, especialmente na fundamentação do que mais atualmente se conhece acerca das águas. A elaboração de qualquer proposta exige apropriação não apenas do acumulado de informações circulantes (pegada hídrica, água virtual, privatização, entre outras) mas da crítica que desminta o falseamento da chamada “crise hídrica” e dos mitos da “escassez” como um determinismo de repercussões sobre as configurações socioambientais ou da “finitude física” como um horizonte de fatalidade. Essas são algumas dentre tantas (conflitos de futuro, generalidade na unicidade do termo, etc.) outras dimensões do que se quer convencer e que dão sustentabilidade por pretensas veracidades. A proposta é a vivência pedagógica interdisciplinar e intersetorial por um campo diversificado de fazeres (pesquisa, intervenção, ensino, etc.) e amplo de saberes (educação, gestão, etc.) que dialoguem entre si com perspectivas de promoção do cuidado.
Ministrante: João Domingos Pinheiro Filho (LEAN-CAA/UFPE)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 0


Ministrante: Cidoval Morais de Sousa (UEPB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 12


Ministrantes: Glauce Sueli Jácome da Silva (UEPB) e José Irivaldo Silva (UFCG)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 1

Ementa: - Apresentação das principais Resoluções para avaliação de águas superficiais e subterrâneas no Brasil; - A importância do Monitoramento das águas no semiárido; - Apresentação das técnicas de físico-químicas para análise de água (CONAMA 357/2005; CONAMA 420/2011; e Portaria do Ministério da Saúde nº 2914/2011); - Planejamento de Amostragem e técnicas de coleta de amostras de águas.
Ministrantes: Raoni Batista dos Anjos (UFRN) e Emily Cintia Tossi de Araújo Costa (UFRN)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 1

Ementa: Este minicurso propõe  discutir sobre a educação do campo, a partir da realidade do semiárido enfatizando as práticas de saberes orais, como fonte para a produção escrita na sala de aula. A proposta visa enfatizar a vivência e história dos povos do campo e como a partir dela é possível desenvolver ações educativas prática de escrita sobre estas territorialidades. Focaliza as possibilidades pedagógicas da oralidade na construção da produção escrita na escola do campo, permitindo a inclusão destes conhecimentos no currículo escolar.
Ministrantes: Patrícia Cristina Aragão (UEPB) e Hertha Cristina (IFPB- Picuí)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 15

Ementa: Serão trabalhadas as etapas e fases para construção de uma produção audiovisual. Do texto literário ao texto imagético. Compreender os elementos da linguagem cinematográfica. Os processos criativos em novas mídias e discutir a rápida evolução dos novos meios de comunicação e sua relação com o vídeo.
Ministrantes: Hipólito de Sousa Lucena (UEPB) e Francisco Haniel de Araújo Lucena (UFCG)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 42

Ementa: O minicurso irá explorar e socializar as estrategias agroecológicas e sociais de adaptação as mudanças climpaticas e processos de desertificação que as familias agricultoras do semi-árido brasileño vem adoptando. Tais resultados foram produto do Projeto colaborativo de Pesquisa Popular Participativa intitulado “Monitoramento de Sistemas Agrícolas resilientes as mudancas climaticas semiárido brasileiro”, executado a partir da articulação entre uma instituçao pública Brasileira de Ciencia, Tecnología e Innovaçao – O Instituto Nacional do Semiárido (INSA) e uma entidade representativa da Sociedade do Semi-Árido Brasileiro – Articulação do Semiarido Brasileiro (ASA-Brasil), a qual agrupa mais de 3.000 ONGs e que atendem cerca de 2 milhoes de familias. Os resultados indicam que a adaptación as mudancas climáticas na regiao semiárida passou de ser um conceito a convertirse em fato como consequencia do conjunto de transformacoes estruturais, agroecológicas, sociales e de manejo em combinaçao conm o fortalecimento de mecanismos de reciprocidade comunitaria, caracterizados por a) movilizaçao social e canalizaçao para crear armazenamento de recursos com a finalidade de utilizarlos en periodos de estiagem, b) a reduçao da pérdida de recursos dos agro-ecosistemas e uso eficaz e c) a articulaçao, organizacao e momentos sinérgicos de comunicación entre los diversos sujeitos com intereses em jogo numa comunidade ou territorios.
Ministrante: Aldrin Martin Perez Marin (INSA)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 1

Ementa: Este minicurso tem como proposta discutir a utilização da cultura como recurso turístico voltado para a promoção do desenvolvimento local. Com esse objetivo pretende-se abordar inicialmente a temática do desenvolvimento local. Em seguida tratar da cultura enquanto direito, a questão da identidade, do patrimônio cultural, a economia da cultura, debater o fenômeno do turismo e seus impactos, o mercado turístico (oferta e demanda), a relação entre os equipamentos culturais e o turismo, a importância da participação coletiva na construção do planejamento turístico voltado para o desenvolvimento local e apresentar alguns casos de localidades turísticas situadas no semiárido.
Ministrante: André Vasconcelos (IFPB Campus Avançado Areia)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 12

Ementa: Introdução; Qualidade do solo; Análise qualitativa x quantitativa do solo; Cromatografia de Pfeiffer: teoria e prática.
Ministrantes: Jandeilson Arruda (IFPB) e José Lucínio de Oliveira Freire (IFPB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 1

Ementa: Esse é um espaço de discussão para quem se propõe estudar música como produção de sentidos. Doce, alegre, brega, melancólica, e nos seus mais diferentes estilos e gêneros, a música parte de lugares e sujeitos sociais. A partir disso, temos possibilidades de cartografar identidades regionais, étnicas, sexuais ou de gênero. Logo, na música que (en)canta o Semiárido, essas concepções de mundo tocarão o tom da conversa.
Ministrantes: Rafaella de Sousa Silva (USP e UFCG) e Ciro Linhares de Azevêdo (UFCG)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 40

Ementa: Contextualizar sobre a atual situação da agricultura no Brasil e na Paraíba; Explanar sobre as dimensões sociocultural, ambiental e econômica; Apresentar o enfoque holístico através de dinâmica de grupo e painéis participativos; Relacionar a educação Freireana à dinâmica da agroecologia; Pesquisa participativa e pesquisa-ação.
Ministrantes: Élida Barbosa Correa (UEPB), Euriko dos Santos Yogi (UEPB) e Shirleyde Alves dos Santos (UEPB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 2

Ementa: Ao final do minicurso os participantes terão conhecimento sobre: coleta, processamento e manipulação de palavras do SEMIÁRIDO
Ministrante: Lindomar Farias de Belém (UEPB), Sarah Martins Teixeira (UEPB) e Miqueas Oliveira Morais da Silva (UEPB)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 0


Ministrante: Janirza Cavalcante da Rocha Lima (Fundação Joaquim Nabuco/Mec)

Carga Horária: 4h

Vagas Disponíveis: 26

TOP